disfonia Disfonia (rouquidão) é um distúrbio de comunicação caracterizado pela dificuldade na emissão vocal, apresentando um impedimento na produção natural da voz. Esse impedimento pode estar relacionado com a altura, a intensidade e a qualidade da voz. A disfonia pode ser ocasionada por uma disfunção orgânica, abuso vocal, uso incorreto da voz, alterações psicoemocionais ou também por falta de higiene vocal. A ausência total da voz recebe o nome da afonia. O diagnóstico é feito através de avaliação clínica e por meio de um exame conhecido como Laringoscopia.

Tipos de disfonia:

Disfonias funcionais: São aquelas que não apresentam nenhuma alteração visível nas pregas vocais, elas são decorrentes do mal uso ou do abuso da voz.
Disfonias organo-funcionais: São, em geral, iniciadas com uma disfonia funcional mas tem seu diagnóstico tardio evoluindo com lesão secundária nas pregas vocais. Por exemplo, um nódulo vocal (“calo nas cordas vocais”).
Disfonias orgânicas: São aquelas que apresentam uma alteração anatômica nas pregas vocais. Ex: nódulos (“calos”), pólipos, tumores e papilomas, cistos, granulomas, laringites, etc).

Tratamento

Pode ser medicamentoso com uso de anti-inflamatórios nos casos de laringites e de antibióticos quando há infecção.  Fonoterapia nos casos de disfonia funcional (uso incorreto da voz). A cirurgia é reservada para certos tipos de lesões nas pregas vocais (microcirurgia de laringe, cordectomia ou laringectomias).

Todas as informações fornecidas neste website têm caráter meramente informativo, com o objetivo de complementar, e não substituir, as orientações do seu(sua) médico(a).

Dr. Eduardo Garcia
CRM-SP 127.022