cerume1O cerúmen ou cerume, conhecido popularmente como “cera” ou “cera de ouvido” é uma secreção sebácea produzida por glândulas presentes no conduto auditivo externo. Além dessa secreção, fazem parte de sua composição células epitelias que descamam do conduto auditivo e uma lisoenzima que tem propriedadas anti-bacterianas.

O cerume possui muitas propriedades úteis para o ouvido. Ele fornece ao canal auditivo externo uma barreira protetora que cobre e lubrifica o canal. Sua natureza pegajosa aprisiona objetos estranhos, prevenindo contato direto com diversos organismos, poluentes e insetos. O cerume possuí também um pH ácido (entre 4 e 5). Esse pH é desfavorável a organismos, que pode ajudar a diminuir o risco de infecção do canal auditivo externo

.Quando usamos cotonetes, pinças ou grampos, empurramos a cera para parte mais interna do ouvido, próxima ao tímpano, podendo causar dor, sensação de ouvido tampado e diminuição da audição. A limpeza deve ser feita somente do lado de fora, no pavilhão auricular.

Tratamento

A remoção do cerume pode ser perigosa, principalmente se métodos inseguros forem utilizados. Excessos de cera devem ser removidos por um otorrinolaringologista por aspirações, lavagens de ouvido ou curetas. Pode ser necessário aplicar gotas que ajudam a amolecer o cerume. Esses procedimentos nunca devem ser feitos em farmácias.

Todas as informações fornecidas neste website têm caráter meramente informativo, com o objetivo de complementar, e não substituir, as orientações do seu(sua) médico(a).

Dr. Eduardo Garcia
CRM-SP 127.022